24/02/2008

DOCUMENTÁRIOS

GOSTO MUITO DE DOCUMENTÁRIOS !

ALGUNS SÃO POLÊMICOS, FAZ A GENTE REFLETIR E NOS AJUDA A APRENDER A PENSAR DIFERENTE; COM OUTROS, APRENDEMOS MAIS SOBRE NOSSA HISTÓRIA, ESPIRITUALIDADE E RELIGIÃO; OUTROS ENTÃO NOS FAZ VER A REALIDADE DE UM OUTRO ÂNGULO.

GOSTEI MUITO DE TER VISTO ESTES AÍ ...E RECOMENDO !!

* O Olho de Hórus
O Olho de Hórus - Documentário da Infinito - um verdadeiro estudo sobre o Egito antigo, sobre seus templos e conhecimentos sobre Deus e o Universo, destrinchando os níveis de conhecimento da filosofia do Olho de Hórus. A Escola de Mistérios – estruturaram um método para revelar informações sobre Deus, o universo e o processo de aperfeiçoamento nos milhares de anos. Cada fase da revelação foi dirigida por um centro religioso construído ao longo da coluna vertebral do Egito, o Nilo. Atuaram como Chakras ou centros de transformação e distribuição de energia e informação ao corpo do País. Desenvolveram em 4 épocas distintas, 4 centros religiosos, cada um deles dedicado a explicar e conseguir a compreensão do povo sobre a fase do Gênesis. Cada um deles dedicado a um momento distinto de um único Deus com nomes e formas simbólicas diferentes. Deram-lhes informações sobre o processo de aperfeiçoamento sobre Deus e o Universo através da reencarnação. Ensinaram-lhes ciências, artes, religião e filosofia. Foram treinados a exercitar seu autocontrole, aprenderam a conservar sua energia vital, a compreender a importância do respeito e do livre arbítrio, acelerando seu processo evolutivo. Utilizaram o Olho de Hórus como símbolo desta organização fechada de sacerdotes que dirigiam o destino do Egito por milhares de anos nas sombras, atrás do Faraó. O Olho de Hórus era uma espécie de assinatura que aparece nos muros de todos os templos do Egito. Cada templo era um enorme complexo onde moravam homens e mulheres igualmente porque não havia distinção de sexo. Dedicavam pelo menos 21 anos de suas vidas,recebendo informação e treinamento para se converterem em sacerdotes e sacerdotisas. O processo de aprendizagem era realizado em vários templos onde permaneciam por longos períodos enquanto recebiam as informações necessárias. Cada templo era uma biblioteca viva com informação especializada. Cada um continha uma lição diferente sobre o universo ou a razão da existência.
* O Poder do Mito
Neste documentário em forma de entrevista com o o consagrado estudioso da mitologia Joseph Campbell. Com seu dom envolvente de contar histórias e diversos exemplos práticos, ele fala sobre mitos, história, religião, filosogfia, psicologia, arte e cinema. Os assuntos estão divididos em forma de capítulos. A Saga do Herói: Campbell nos desagia a identificar a presença da hornada heróica em nossa vidas. A Mensagem do Mito: compara a narrativa do livro do Gênesis com outras histórias que falam sobre a criação do mundo, e hoje as pessoas se apaegam a mitos que não têm serventia alguma pra elas. Os primeiros contadores de história:

Campbell discute a importância de aceitar a morte como um renascimento, ele ilustra sua explicação com o mito do búfalo, a história de Cristo e o ritual de passagem das sociedades primitivas. Sacrifício e Felicidade: Campbell discorre sobre o papel do sacrifício no mito e ressalta a necessidade de cada um encontrar o seu lugar sagrado neste mundo tecnológico e acelerado. O amaro e a Deusa: ele fala sobre o amor romântico, começando pelos trovadores do séc. Xii, questiona a imagem da mulher como deusa, virgem e Mãe Terra. Em Máscaras da Eternidade, oferece interessantes visões sovre Deus , religião e etenidade e mostra como esses conceitos foram revelados para os cristãos, nas crenças budistas, para os índios Navajo, por Schopenhauer, Jung e outros.

* Zeitgeist

"Eles devem achar difícil...Aqueles que tem a autoridade como a verdade ao invés da verdade como sendo a autoridade."- Gerald Massey
Zeitgeist é um termo alemão que se traduz como espírito do tempo. Zeitgeist, the Movie é um filme de 2007 produzido por Peter Joseph é tá dividido em três seções:
Primeira parte: "The Greatest Story Ever Told" ("A maior história já contada")
Segunda parte: "All The World's A Stage" ("O mundo inteiro é um palco")
Terceira parte: "Don't Mind The Men Behind The Curtain" ("Não se preocupe com os homens atrás da cortina")

Este é um documentário produzido sem fins lucrativos, extremamente polêmico. Por isto nem vou comentá-lo aqui, assista e tire suas próprias conclusões. Mas digo uma coisa, vale à pena, hein!

* Universo Elegante

O astrofísico Brian Greene aborda, de forma compreensível para leigos, a teoria das supercordas, levando o leitor a olhar o universo através da lógica matemática e perceber o quanto ele pode ser belo e infinitamente interessante. No interior mais fundo da matéria, vibram cordas como as de um instrumento musical. Tudo o que existe e acontece no mundo, no universo, surge das vibrações dessas entidades centenas de bilhões e bilhões de vezes menores do que o núcleo de um átomo. Hoje, no mundo inteiro, físicos e matemáticos trabalham febrilmente com a idéia de "cordas". Ela pode levar à chamada "teoria do campo unificado" com que Einstein sonhava. Pode ser a chave para compatibilizar os dois pilares antagônicos da física moderna: a relatividade geral - as "leis do grande" - e a mecânica quântica - as "leis do pequeno". A promessa dessa teoria revolucionária é justamente esta: explicar por um mesmo princípio a enormidade dos espaços siderais e as ínfimas proporções do microcosmo. Desde que Stephen Hawking publicou a sua Breve história do tempo, nenhum cientista havia agitado tanto o cenário editorial da divulgação científica como Brian Greene, um físico jovem e brilhante que magnetiza seus alunos na Columbia University. Com um uso criativo de metáforas e analogias, traduzindo o pensamento físico-matemático para o plano da lógica visual, Greene monta o passo-a-passo da teoria das supercordas e mostra por que ela abriu para a ciência a perspectiva de alcançar uma compreensão final sobre a estrutura e o funcionamento do universo.

* O Código da Biblia
O código foi vendido como sensação e o livro escrito a respeito tornou-se um bestseller. O matemático israelense Eliyahu Rips e o jornalista americano Michael Drosnin estão convictos de que é possível decifrar o código da Bíblia por meio de operações matemáticas por computador. Segundo os autores, no código estariam previstos o Holocausto, a morte de Rabin, a presidência de Bill Clinton, entre outros acontecimentos.


* O Evangelho de Judas
Um antigo manuscrito em língua copta, datado do século III ou IV, contendo a única cópia conhecida do Evangelho de Judas, teve sua autenticidade comprovada e foi traduzido após estar perdido por cerca de 1.700 anos. Páginas do livro de papiro manuscrito, ou códice, foram expostas publicamente pela primeira vez na sede da a National Geographic em Washington D.C., na quinta-feira, 6 de abril de 2006.
A National Geographic Society participou de um esforço internacional para verificar a autenticidade, restaurar e traduzir o códice de 66 páginas, em colaboração com a Maecenas Foundation for Ancient Art e o Waitt Institute for Historical Discovery. "O códice foi confirmado como um genuíno texto cristão apócrifo antigo através de cinco métodos: datação por radiocarbono, análise da tinta, imagens multiespectrais, evidências contextuais e evidências paleográficas", declarou Terry Garcia, vice-presidente executivo dos Mission Programs da National Geographic Society. "Esta impactante descoberta de um texto antigo não-bíblico - considerado por alguns o mais significativo dos últimos 60 anos - amplia nossos conhecimentos sobre o início da era cristã dos pontos de vista histórico e teológico, e será objeto de estudos de historiadores, pesquisadores e teólogos. Este processo levará tempo e um contínuo diálogo, e acaba de começar", ele informou. O documentário "O Evangelho Segundo Judas" traz uma visão diferente da relação entre Jesus e Judas, traçando um novo retrato do discípulo que teria traído Jesus. Diferentemente do que é relatado no Novo Testamento, nos Evangelhos de Mateus, Marcos, Lucas e João, em que Judas é visto como um condenável traidor, este Evangelho recém-encontrado apresenta Judas agindo a serviço de Jesus quando o entrega às autoridades. No domingo, 9 de abril de 2006, o National Geographic Channel apresentou ao mundo em primeira mão esta descoberta sem precedentes. The Gospel of Judas (O Evangelho Segundo Judas), documentário exclusivo, revela a incrível história do que aconteceu ao Evangelho de Judas desde que foi encontrado, o recente processo de confirmação de sua autenticidade e informações-chave obtidas por meio de um laborioso trabalho de tradução e interpretação. O DVD "O Evangelho Segundo Judas" inclue dois extras: o vídeo "Autenticidade do Evangelho" e entrevistas com especialistas.


 

23/02/2008

A PELE






Alguém já tinha ouvido falar em DIANE ARBUS ?

Acho que sim, mas eu não, até assistir ao filme A PELE (filme de 2006).

Título original : Fur: An Imaginary Portrait of Diane Arbus



Busquei saber um pouco sobre Diane Arbus

Nasceu em Nova Iorque em 1923, pertencia a uma família da alta burguesia e fazia fotografias de moda; nas décadas de cinquenta e sessenta munida de uma Rolleiflex, mudou os rumos da fotografia ao buscar nas pessoas comuns das ruas de Nova York os seus modelos. Arbus optou por fazer de sua arte fotos despojadas de qualquer "glamour". Os retratos são sempre em preto e branco. Percebe-se que seus modelos posam estáticos para ela, o olhar fixo na câmera.


O que vê-se são pessoas cruamente expostas em sua precária condição humana, fortemente marcadas por um traço, ou vários, que as insere num grupo específico, uma comunidade ou o que hoje modernamente chamamos de uma “tribo”: imigrantes, travestis, velhos, nudistas, mascarados, atores, “freeks”, etc.

Diane marcou uma época, transformou suas inquietações em fotos. Adorava os "freeks" que em suas palavras sentia admiração e vergonha. Em 1963 ganhou uma bolsa de estudos da Fundação Guggenheim e no ano seguinte teve sua primeira exposição no Museu de Arte Moderna. Depois ela se dedica a ensinar fotografia na Parsons School of Design em Nova York e no Hampshire College em Amherst, Massachusetts. Nos retratos “untitled” vê-se todo tipo de tragédia humana que nos chocam enquanto seduzem o mórbido que habita em cada ser humano. O trabalho de Arbus reflete uma alma atormentada. Em Julho de 1971, Arbus se suicida, tomando barbitúricos e cortando os pulsos.

Sinopse

Semelhante a uma fotografia atual de Diane Arbus, que nos leva por mundos estranhos e desconhecidos, A PELE explora a transformação de uma mulher tímida numa das mais poderosas e originais artistas mundiais. Nicole Kidman interpreta o papel de Arbus, uma esposa fiel e uma mãe devota cujo talento inato e obsessões sombrias estão profundamente em conflito com a vida convencional que leva em 1958, em Nova Iorque. Robert Downey Jr. interpreta o papel de Lionel, o novo e enigmático vizinho, com uma estranha doença que lhe deixa o corpo coberto de pelos e que a ajuda no início do seu percurso em se tornar na artista que ela estava destinada a ser. Lionel exerce um estranho fascínio e leva Arbus a conhecer um mundo bem diferente do que ela conhece.
No filme
Na minha opinião, um bom filme que vale à pena ser visto. O diretor Steven Shainberg em sua própria viagem surreal, utiliza aspectos da vida real e constrói uma estória imaginária de Diane Arbus, com a intenção de homenagear uma mulher fora de seu tempo.
Este filme não é biográfico, mas sim algo diferente, único e misterioso que combina aspectos reais da vida de Arbus com personagens inventados e uma narrativa imaginária.
É um filme lento no desenrolar da estória, mas muito bonito na minha visão, brilhantemente representado por Nicole Kidman e Robert Downey, esta é uma história sobre a auto-descoberta artística e uma aventura num mundo de fantasia que é igualmente emocionante, assustador e principalmente tocante, que consegue alternar momentos de melancolia, monotonia com outros de arrebatamento absoluto.
É um filme que pode ter algumas interpretações diferentes, dependendo do ângulo que se analisa. Procurei ao longo do filme apenas ver o lado das indagações de Diane, sem julgamentos aos outros personagens. Em certos momentos me lembrei da Bela e a Fera.

Um filme que realmente me tocou !!


Depois que vi o filme busquei informações sobre esta mulher que me despertou tanta curiosidade, pude ver alguns trabalhos dela e sem dúvida alguma as fotografias dela mexe no íntimo de quem as observa.








12/02/2008

SWEENEY TODD - O BARBEIRO DEMONÍACO DA RUA FLEET
















O BARBEIRO DEMONÍACO DA RUA FLEET
Em Sweeney Todd de Tim Burton, um gênero musical completamente sombrio e gótico, tendo como base a obra escrita por Stephen Sondheim e Hugh Wheeler para um musical da Broadway.
A história começa com a volta de Benjamin Barker (Johnny Depp) a uma Londres completamente sombria. É assim que ele vê a cidade inglesa, com sua visão nebulosa por conta do desejo de vingança após ter sido extraditado do país e separado de sua família, a esposa Lucy (a estreante em cinema Laura Michelle Kelly) e sua filha ainda bebê Johanna, durante 15 anos. Na volta, ele descobre que sua esposa cometera suicídio e a filha fora adotada pelo mesmo homem responsável por sua prisão, o juiz Turpin (Alan Rickman), que condenou Barker por um crime que ele não cometera para afastá-lo da esposa, desejada pelo vilão.Em Londres, Barker passa a responder por outro nome para prosseguir com seu plano de vingança. Sob a alcunha de Sweeney Todd, ele reencontra a sra. Lovett (Helena Bonham Carter). Proprietária de uma falida loja de tortas, é transformada em cúmplice do barbeiro assassino, que atua no andar de cima de seu estabelecimento.
Elenco : Johnny Depp, Helena Bonham Carter, Alan Rickman, Timothy Spall, Sacha Baron Cohen, Jayne Wisener, Jamie Campbell Bower, Laura Michelle Kelly, Ed Sanders, Anthony Head, Peter Bowles.
VEJA O TRAILER (só que no trailer não dá muito para perceber que se trata de um MUSICAL, mas É, do tipo que o cara avisa que vai ao banheiro cantando....)

video
Em 2006, assisti outra versão chamada Sweeney Todd: O Barbeiro Canibal com Ray Winstone (ator inglês, veja a foto ) como Sweeney Todd , o mesmo que interpreta o guerreiro geata em Beowulf, o qual foi lançado no EUA em 2005.

Passado nas duras ruas de Londres no séc. XVIII, Sweeney Todd conta uma obscura e intrigante estória do famoso barbeiro assassino (serial killer) (Ray Winstone) e sua relação devastadora com a Sra. Lovett (Essie Davis). Vivendo nas sombras da prisão Newgate, Sweeney tenta levar uma vida simples e quieta, até que seu passado volta para assombrá-lo e ele é incapaz de segurar os demônios dentro de si. Quando pedaços de corpos são encontrados no rio Fleet, o Sir John Fielding (David Warner) ordena que seus homens investiguem o caso; mas mesmo com a ameaça de ser capturado, Sweeney é incapaz de fugir de seu monstro interior, seu gosto pelos assassinatos se intensifica cada vez mais, ameaçando as vidas de todos à sua volta.
Elenco: Ray Winstone, Essie Davis, David Warner, Tom Hardy, Jessica Hooker, Roger Frost
VEJA AQUI ESTE TRAILER :

video

01/02/2008

AGENTE 86 NO CIMENA_LANÇAMENTO

Olá Gente!

Eu sou uma apreciadora de seriados antigos. Um dos que mais gosto de assistir até hoje é o Agente 86 (GET SMART), que continua passando na TV. Talvez pra quem goste também, vou dar uma dica que é o lançamento no cinema do "remake" deste filme.
Eu não sei bem ainda, vi o trailer, mas não me senti muito convencida, porque é meio díficil um outro ator conseguir chegar a altura de Don Adams como Maxwell Smart. Mas acho que vale à pena dar um crédito, não é mesmo?

O lançamento está previsto para Junho/08.

O novo Agente 86, estrelado por Steve Carrel, iniciando sua carreira como agente da CONTROL, auxiliado pela veterana 99 (Anne Hathaway), e sua primeira missão: impedir que a KAOS entregue códigos de lançamento de mísseis nucleares a terroristas.
No elenco estão ainda Terence Stamp (o General Zod de Superman II) como o chefe da KAOS, Dwayne "The Rock" Johnson (o novo Agente 23, mentor de 86), Alan Arkin (Pequena Miss Sunshine) interpretando o chefe da organização de combate ao crime CONTROL e Ken Davitian (Borat) como um assecla do vilão.

Veja o vídeo :

video

Saudações
E bons filmes